Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 25 de julho de 2009

25 de Julho - Festa de São Tiago Apóstolo ( O maior)

+


São Tiago, respondendo com generosidade ao apelo de Jesus Cristo, tornou-se uma das fortes colunas em que Ele edificou a Sua Igreja. Foi confidente e testemunha da Transfiguração e da Agonia no Jardim das Oliveiras. Foi o primeiro bispo de Jerusalém e o primeiro, entre os apóstolos, a derramar o seu sangue pela Fé em Jesus Cristo. Deu, como o Mestre, a maior prova de amor, dando a vida pelos que se ama. Santiago era de Betsaida, na Galileia e era chamado «Maior» para se distinguir de outro Apóstolo do mesmo nome. Depois da ascenção de Cristo, Santiago evangelizou a Judeia e Samaria, partindo depois para a Penísula Ibérica, onde desenvolveu trabalho fecundo na dilatação da fé. Tendo voltado a Jerusalém, Herodes Agripa, para agradar aos Judeus, condenou-o à morte. Foi decapitado cerca do ano 42, pouco antes da Festa da Páscoa. Parece, que por receio dos Árabes, que se apoderaram de Jerusalém, o corpo do Santo foi mais tarde transportado para Compostela, na Espanha, onde o seu culto é muito grande e também em Portugal.

Segundo oNovo Testamento, São Tiago era filho de Zebedeu e Salomé e irmão do apóstolo São João Evangelista.Nasceu em Betsaida, Galiléia. Tal como o seu pai e o irmão o apóstolo João, era pescador no Mar da Galiléia, onde trabalhava com Santo André e São Pedro (Mateus, 4, 21-22, e Lucas, 5, 10). Tiago, Pedro e João seriam, de resto, os primeiros a abandonar tudo para seguirem Jesus como seus discípulos (Mateus, 17, 1 e 26, 37; Lucas, 8, 51), tendo sido dos seus mais próximos colaboradores, ao participarem na Transfiguração, na agonia de Cristo no Monte das Oliveiras.


No evangelho de São Mateus, conta-se que a mãe de ambos, Tiago e João, Salomé, em seu orgulho materno, pediu a Jesus que seus dois filhos, Tiago e João, fossem colocados um à direita e outro à esquerda, no Reino de Deus, porém Jesus lhe objetou:"Vós não sabeis o que pedis. Podeis beber o cálice que eu hei de beber?", Os apóstolos responderam: "Podemos". "Pois bem, isso é verdade, concluiu Jesus, mas dar-vos o primeiro lugar no Reino, isso depende do meu Pai, que está no céu".


Segundo São Marcos (3, 17), Tiago e João são chamados por Jesus como «Boanerges», isto é, Filhos do trovão. Isto se deu pelo fato que caracterizou a índole dele e de seu irmão João: ao chegar Jesus com sua comitiva à terra dos samaritanos, estes lhe interditaram a entrada. João e Tiago viram, neste fato, uma afronta a Cristo e exprimiram sua indignação com estas palavras: "Queres, Senhor, que mandemos cair fogo do céu sobre esta cidade, para consumi-la?" Jesus, porém os repreendeu dizendo: "Vós não sabeis de que espírito sois! O Filho do Homem não veio para perder, mas para salvar as almas" (Lc 9,54).


Segundo a bíblia é um dos discípulos mais íntimos de Jesus de Nazaré, já que em várias ocasiões onde Jesus só se fazia acompanhar por 3 apóstolos, era ela escolhido, junto a Pedro e João. Assim se deu na Transfiguração no Monte Tabor, por ocasião da ressurreição da filha de Jairo, e no Monte das Oliveiras, pouco antes da prisão de Jesus.Tiago é citado entre os testemunhos da terceira aparição de Cristo após a sua morte e ressurreição, nas margens do Lago de tiberíades.


Pouco mais se sabe acerca sua vida. A sua última aparição no texto bíblico mais aceito é a de que foi o primeiro apóstolo a morrer, e teria sido mandado decapitar por ordem de Herodes Agripa I, rei da Judéia, cerca do ano 44, em Jerusalem. É, aliás, o único apóstolo cuja morte vem narrada na Bíblia, nos Atos dos Apóstolos, 12, 1-2 («Ele (Herodes) fez perecer pelo fio da espada Tiago, irmão de João»).


São Tiago recebeu de Jesus o chamado para formar o grupo dos doze apóstolos e foi testemunha de acontecimentos importantes da vida de Jesus: a transfiguração, a sua agonia no Getsêmani, a ressurreição da filha de Jairo. Tiago era enérgico, firme, zeloso, impetuoso nas suas atitudes e, por isso, o Senhor o chamou de “filho do trovão”. Sua atividade apostólica se desenvolveu na Judéia e na Samaria.


De acordo com Isidoro de Sevilha , após a ascensão de Jesus, teria evangelizado a Espanha, tornando-se seu primeiro evangelizador e depois seu patrono. Para revigorar esta tradição, no século IX o bispo Teodomiro , da cidade de Iria, afirmou ter reencontrado as relíquias do apóstolo e desde aquela época, a cidade que depois mudaria o nome para Santiago de Compostela, tornou-se importante meta de peregrinações, especialmente durante a Idade Média. Meditemos. Carinhosamente, Graziela.



“ Caminhando ao longo do mar da Galiléia, Jesus viu dois irmãos: Simão (chamado Pedro) e André, seu irmão, que lançavam redes ao mar, pois eram pescadores. Passando adiante, viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João, que estavam com seu pai Zebedeu consertando redes. Chamou-os.” (Mt 4,18.21)


“ Não fostes vós que me escolhestes, mas eu vos constituí para que vades e produzais fruto, e o vosso fruto permaneça.” (Jo 15,16a) Tiago experimentou a “vida com Jesus”. Deixou tudo e viveu a vida do Mestre. Foi o primeiro apóstolo martirizado – bebeu o cálice do Senhor.


“ A dor humana torna-se redentora, quando se acha associada à que o Senhor padeceu. Por meio das nossas dores (contrariedade, perseguição, doença, fracasso, desilusão, injúria, falso, incompreensão, amargura), completamos de certo modo a Paixão de Cristo, que se prolonga no tempo, com os seus frutos salvíficos.”



A sua imagem é representada:“ Como apóstolo,em pé, descalço, de túnica, segurando a Bíblia; Como peregrino, sentado ou em pé, usando sandálias, túnica, chapéu, cabaça, manto, e aquele que se tornou o símbolo de Santiago por excelência – a vieira (chamada concha de Santiago ), a qual era usada freqüentemente pelos peregrinos nos seus chapéus ou mantos – assim como um cajado, para auxiliar os peregrinos nas suas difíceis viagens por montes e vales. Como cavaleiro, representado em um cavalo branco com uma espada em uma das mãos e um estandarte na outra”.“ O corpo do Apóstolo foi sepultado secretamente num bosque chamado Libredón.


Assim, o local permaneceu oculto durante oito séculos. Uma certa noite, o ermitão Pelayo observou um fenômeno que ocorria neste bosque: uma chuva de estrelas se derramava sobre um mesmo ponto do Libredón, proporcionando uma luminosidade intensa. Tomando conhecimento das ocorrências, o bispo de Iria Flavia, Teodomiro, ordenou que fossem feitas escavações no local”.No dia 25 de Julho de (provavelmente) 813, foi encontrada uma arca de mármore com os restos do apóstolo Tiago Maior.

Fontes : Liturgia das Horas,Liturgia diária,Wikipédia, Enciclopédia Católica

Deixe aqui o seu Comentário