Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 3 de junho de 2010

03 de Junho de 2010 - Festa do Corpus Christi


A devoção à Santíssima Eucaristia na Ordem Carmelita

Dizia a Beata Elizabeth da Trindade, monja carmelita : "Mais do que a Eucaristia, parece-me que não há nada que nos possa dizer o amor que existe em Deus. É a união consumada, é ele em nós e nós nele. A Eucaristia é a plenitude transbordante do amor divino. Nela Jesus não nos dá apenas o seu mérito e as suas dores, mas totalmente a si mesmo


Santa Terezinha do Menino Jesus desde o início de sua vocação carmelita, aprendeu e praticou o amor a Jesus Sacramentado : "Logo que ingressou no convento é conduzida ao coro, que - ela afirma - estava na penumbra pela presença do Santíssimo Sacramento exposto. E completa dizendo que declarara aos pés de Jesus Hóstia aquilo que viera fazer no Carmelo. Ao lado de Jesus Hóstia, junto ao sacrário, fará sua morada com muita freqüência nos anos seguintes. Sua célebre poesia "Viver de amor" brotará de seu coração através de um impulso, durante os longos momentos de adoração do Santíssimo Sacramento.
São João da Cruz nos diz: “Uma alma unida a Deus é tão temida quanto o próprio Deus”. Essa união é unir minha vontade com a Dele. Hoje a vontade de Deus para nós é essa união do humano com Divino pela Santa Eucaristia


Por fim, Santa Teresa que dedicou um capítulo de sua biografia para tratar do Grande Sacramento, assim escreveu : "Oh! Riqueza dos pobres, quão admiravelmente sabeis sustentar as almas e, sem que vejam tão grandes riquezas, pouco a pouco as ides mostrando! Quando eu vejo uma majestade tão grande dissimulada em coisa tão pouca como é a Hóstia, fico a admirar sabedoria tão imensa e não sei como me dá o Senhor ânimo e esforço bastante para chegar-me a Si; e se Ele, que me fez e ainda faz mercês tão grandes, ânimo não me desse, nem me seria possível dissimular, nem deixar de dizer aos brados tão grandes maravilhas. Pois que sentirá uma miserável como eu, carregada de abominações e que com tão pouco temor de Deus gastou a sua vida, ao se acercar deste Senhor de tão grande majestade, quando Ele quer que minha alma o veja? Uma boca que tantas palavras falou contra aquele mesmo Senhor, como se poderá juntar àquele corpo gloriosíssimo, cheio de pureza e piedade? E mais dói e aflige a alma, por não O haver servido, o amor que mostra aquele rosto de tanta formosura, com tão grande ternura e afabilidade — do que imprime temor a majestade que nEle se vê. Mas que poderia eu sentir nas duas vezes em que vi isso? Que direi?


Origem da Festa

A celebração teve origem em 1243, em Liège, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque.

Em 1264, o Papa Urbano IV através da Bula Papal “Trasnsiturus de hoc mundo”, estendeu a festa para toda a Igreja, pedindo a São Tomás de Aquino que preparasse as leituras e textos litúrgicos que, até hoje, são usados durante a celebração. Compôs o hino “Lauda Sion Salvatorem” (Louva, ó Sião, o Salvador), ainda hoje usado e cantado nas liturgias do dia pelos mais de 400 mil sacerdotes nos cinco continentes.

A procissão com o Santíssimo Sacramento conduzida em um ostensório é datada de 1274. Foi na época barroca, contudo, que ela se tornou um grande cortejo de ação de graças.

No Brasil

No Brasil, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasília, em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de madeira de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. A tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, cidade histórica do interior de Minas Gerais.


A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento.A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento esse povo foi alimentado com maná, no deserto. Hoje, ele é alimentado com o próprio Corpo de Cristo.


Durante a Missa o celebrante consagra duas hóstias: uma é consumida e a outra, apresentada aos fiéis para adoração. Essa hóstia permanece no meio da comunidade, como sinal da presença de Cristo vivo no coração de sua Igreja.


A festa de Corpus Christi tem por objetivo celebrar solenemente o mistério da Eucaristia – O Sacramento do corpo e do sangue de Jesus Cristo.

Acontece sempre em uma quinta-feira, em lembrança a quinta-feira santa, quando se deu a instituição desse sacramento. Durante a última ceia com seus apóstolos, Ele mandou que celebrassem a Sua lembrança comendo pão e bebendo vinho que se transformaria em Seu Corpo e Sangue.

” O que come da minha carne e bebe do meu sangue, tem a vida eterna e, eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é verdadeira comida e meu sangue é verdadeira bebida. O que come da minha carne e bebe do meu sangue permanece em mim e eu nele. O que come desse pão viverá eternamente.” (Jo 6, 55-59)

Por meio da Eucaristia, Jesus nos mostra que está presente ao nosso lado, e se faz alimento para nos dar força para continuar. Jesus nos comunica seu amor e se entrega por nós.

“Vamos todos louvar juntos o mistério do amor, pois o preço deste mundo foi o sangue redentor, recebido de Maria, que nos deu o Salvador.

Veio ao mundo por Maria, foi por nós que ele nasceu. Ensinou sua doutrina, com o povo conviveu. No final de sua vida, um presente ele nos deu.

Observando a lei mosaica, se reuniu com os irmãos. Era noite, despedida, numa ceia: refeição. Deu-se aos doze em alimento, pelas suas próprias mãos.

A Palavra do Deus vivo transformou o vinho e o pão, no seu Sangue e no seu Corpo para a nossa salvação. O milagre nós não vemos, basta a fé no coração.

Tão sublime sacramento adore-mos neste altar, pois o Antigo Testamento deu ao Novo seu lugar. Venha a fé por suplemento os sentidos completar.

Ao eterno Pai cantemos e a Jesus, o Salvador. Ao Espírito exaltemos, na Trindade eterno amor. Ao Deus uno e trino Demos, a Alegria do Louvor.Amém”

(Santo Tomás de Aquino)

Extraído do site das Carmelitas do Mosteiro São José
http://www.mosteirosaojose.com.br/


Visite o Museu Virtual da Ordem Carmelita... 

Nenhum comentário:

Deixe aqui o seu Comentário