Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 10 de julho de 2012

Nossa Senhora do Carmo Patrona dos Marinheiros




"Na Idade Média atribuia-se a Maria o título de “Estrela do Mar”, em latim “stella maris”. Desde aquela época, muitos carmelitas tem aclamado a Maria como a “Flor do Carmelo” e a  “Estrela do Mar”. O fez o próprio Simão Stock com esta prece que lhe é atribuída: “Flor do Carmelo Vinha florida, esplendor do céu, Virgem fecunda, singular. Ó Mãe terna, intacta de homem, a todos teus filhos proteja teu nome, Estrela do Mar!.


O nome de  “Stela Maris” foi também dado a todos os centros de Apostolado do Mar da Igreja Católica que estão localizados nos portos. Mas … de onde vem o patronato da Virgem do Carmo aos marinheiros?. No século XVIII, quando já era muito popular a festa da Virgem do Carmo na Espanha, o almirante mallorquino Antonio Barceló Pont de la Terra, nascido em 1716 e falecido em 1797, impulsionou sua celebração entre a marina que ele dirigia. Foi a partir de então quando a marinha espanhola foi substituindo o patrocício de São Telmo pelo da Virgem do Carmo. Em muitas localidades espanholas são celebradas grandes  procissões marítimas que são um autêntico êxito. No bispado de Girona cabe remarcar as de: l’Escala, Roses, Llançà, Arenys de Mar e Palamós.


Embora a Virgem seja a padroeira dos marinheiros, muitos deles compartilham ainda o patrocínio com São Telmo. Também os pescadores têm  à Virgem do Carmo como padroeira sem esquecer São Pedro. Pode ser invocada para que nos proteja de possíveis naufrágios e tempestades em alto mar.


Na Catalunha, antigamente, as moças rogavam com uma pequena oração à Nossa Sennhora do Carmo para encontrar marido  rapidamente, não importando a situação econômica, rico ou pobre: “Mare de Déu del Carme, doneu-me un bon marit, sia pobre, sia ric, mentre vingui de seguit”. Também tinham como padroeira os já desaparecidos serenos (polícia noturna) de Barcelona.


O grande santuário dedicado a Nossa Senhora do Carmo encontra-se logicamente no Monte Carmelo, em Haifa (Israel), mas… não no vale do Wadi-es-Siah, e sim no vale conhecido como “El-Muhraqa”. Ali há o mosteiro dos carmelitas, uma hospedaria e uma grande mirante.
Como já é sabido, a festa de Nossa Senhora do Carmo é em  16 de julho, já que segundo a tradição, foi em 16 de julho de 1251 a data do presente do  escapulário por parte da Virgem  a São Simão Stock.

Salvados do Mar

No verão de 1845 o barco inglês, “Rei do Oceano” encontrava-se em meio de um feroz furação. As onda o castigavam sem piedade e o fim parecia próximo. Um ministro protestante chamado Fisher em companhia de sua esposa e filhos e outros passageiros foram à coberta para suplicar misericórdia e perdão.

Entre a tripulação estava o irlandês John McAuliffe. Ao olhar a gravidade da situação, o jovem abriu sua camisa, tirou o Escapulário e, fazendo com ele o Sinal da Cruz sobre as furiosas ondas, o lançou ao oceano. Nesse preciso momento o vento se acalmou. Somente uma onda mais chegou à coberta, trazendo nela o Escapulário que ficou parado diante dos pés do rapaz.

Durante o acontecido o ministro havia estado observando cuidadosamente as ações de McAuliffe e foi testemunha do milagre. Ao interrogar ao jovem se informaram sobre a Santíssima Virgem e seu Escapulário. O Sr. Fisher e sua família resolveram ingressar à Igreja Católica o mais rápido possível e assim desfrutar a grande proteção do Escapulário de Nossa Senhora.



Novenário de Nossa Senhora do Carmo
Campos - RJ




Publicado em 31/08/2010 • Canal: Formação • Tag: , Nenhum Comentário

Nenhum comentário:

Deixe aqui o seu Comentário