Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

03 de Janeiro - Beato Ciríaco Elias Chavara - O Amigo dos Pobres)


"O dia em que você não fizer algum bem aos outros, esse dia não será computado nos dias desua vida."


(Lutou sem descanso contra a difusão do cisma)


"Hoje, terça feira, dia 3 de janeiro de 1871, às sete e um quarto da manhã, o padre Ciríaco Elias da Sagrada Família, primeiro prior, falaceu, depois de uma vida de singular inocência. Pôde declarar, antes da morte, que nunca perdeu a Graça Batismal. Cultivou com afinco as virtudes, particularmente, a simplicidade de coração, a fé viva, a entranhável obediência bem como a devoção ao Santíssimo Sacramento, à Bem Aventurada Virgem Maria e a São José. Passou por muitos trabalhos em benefício dos cristãos de Malabar, principalmente, por ocasião do cisma de Mar Rokos. 

Foi então quando, designado vigário geral da Igreja sírio malabar, demonstrou sua extraordinária devoção à Santa Sé. Lutou sem descanso contra a difusão daquele cisma e, assim, pôde salvar da cisão eclesial não menos de quarenta comunidades paroquiais. Por esse motivo, o Romano Pontífice, sumamente agradecido, escreveu-lhe uma carta de felicitação, assinada de próprio punho. Ele foi o fundador e primeiro prior dos Carmelitas Terceiros de Malabar. Erigiu também um Instituto religioso feminino à custa de superar enormes dificuldades. Devido às virtudes que o adornaram, a seus conhecimentos científicos e ao domínio da língua siríaca, gozou de notável ascendente no povo sírio malabar, sem excluir os nestorianos e pagãos. Suportou, durante dois anos, uma enfermidade incurável com espírito de total abnegação, ou melhor com alegria cristã.


Não sentia afeição desordenada às coisas da terra, desapego que se tornou patente, de modo muito claro, no fim dos seus dias. Depois de receber os sacramentos com uma piedade e devoção fora do comum, exalou seu último suspiro irradiando uma espécie de gozo celestial, no meio das lágrimas de seus filhos espirituais ali presentes e, sobretudo, das minhas (eu o conhecia como a minha própria pessoa). Tinha 65 anos de idade. Foi sepultado na igreja de Santa Filomena de Koonammavu. Alma santa e bela, rogai por mim."

(Pe. Leopoldo Beccaro - ofícios próprios da Liturgia das Horas - OCD)*


*Foi missionário carmelita e diretor espiritual desse beato carmelitano.



Nenhum comentário:

Deixe aqui o seu Comentário