Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Por Maria veio a Bênção



1 de Janeiro 2013 - Santa Maria Mãe de Deus

Iniciando um novo ano, nos recolhemos, como os pastores, diante do presépio, para acolher a bênção. Essa bênção é Jesus que nos é dado por Maria. Ela é símbolo da Igreja que acolhe os filhos para lhes impor a bênção. Deus manda Moisés que os sacerdotes imponham o NOME sobre os filhos de Israel para que Deus os abençoe (Nm 6,27). O nome significa a Pessoa. É Deus quem cobre com sua bênção. Que benção deve ser dada? “O Senhor te abençoe e te guarde! Faça brilhar sobre ti sua face e se compadeça de ti! O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a paz!” (22-26). Trata-se de um encontro com Deus no qual se manifesta como o Misericordioso que está a nosso favor e nos dá toda a sua graça e riqueza de paz que é o Shalom de Deus. A paz significa tudo o que Deus tem de bom para nos oferecer de bens espirituais e temporais, sobretudo sua presença. Começar o ano com Deus é torná-lo cheio de vida e bom para se viver. Deus nos abençoa sempre. Infelizmente não damos atenção a suas delicadezas permanentes para conosco. Queremos milagres, mas não olhamos os milagres que faz. O maior presente de Deus é Jesus que Deus nos deu por Maria. Paulo escreveu: “Deus enviou seu Filho, nascido de uma mulher” (Gl 4,4). Maria continua Mãe de Jesus para sempre. Ela sempre no-lo dá como apresentou aos pastores e o faz sempre para com todos. Hoje celebramos a Maternidade divina de Maria. Esta doutrina é de fé, pois envolve a fé em Jesus Homem-Deus. Ele é o Homem que é ao mesmo tempo Deus numa união perfeita e que não terminará jamais. Ele leva consigo a carne que recebeu de sua Mãe. Esta carne foi ressuscitada, dando à humanidade a certeza de viver a condição humana unida à divindade. Somos filhos de Deus e com Jesus podemos chamá-lo de Pai

Seu nome é Jesus

Lemos hoje o evangelho da circuncisão de Jesus. O sangue da circuncisão se une ao sangue do sacrifício da Aliança que constituiu o povo como povo de Deus (Lv 26,12). Em Jesus já é o prenúncio do sangue derramado para a Nova e eterna Aliança, a grande bênção. O nome do Menino é Jesus, pois salvará o povo de seus pecados (Mt 1,21). Seu nome é sua missão. Jesus passa a ser parte do povo de Deus. A visita dos pastores assinala os destinatários da missão daquele que veio para proclamar a boa nova aos pobres (Lc 4,18). A narrativa dos pastores provoca profunda admiração e louvor a Deus. Os pastores voltam glorificando a Deus e louvando por tudo o que tinham visto e ouvido (Lc 2,18.20). Ouvir seu nome é ser convocado a uma missão, com Ele.

Meditava em seu coração

Iniciando o ano novo temos muita esperança de tempos bons neste ano de 2012. Temos que fazer nossa parte e dar o testemunho bonito de uma vida coerente, cheia de criatividade para o mundo e para a Igreja. Somos protagonistas deste mundo novo. O mundo será melhor se formos melhores. Para isso, somos convidados a ter a atitude contemplativa de Maria. Contemplação não é sair da realidade, mas ver Deus na realidade e vive-lo em nossos corações. Cristo nasce nos corações quando estão abertos ao amor à justiça e à paz. Em cada Eucaristia que celebramos nos é apresentado Cristo em seu corpo eucaristizado e somos convidados a contemplá-lo pela palavra e pelo sacramento que recebemos e nos dão a vida.

Leituras: Números 6,22-27; Salmo 66; Gálatas 4,4-7; Lucas 2,16-21



Pe. Luiz Carlos de Oliveira, Redentorista
Fonte: ARQUIDIOCESE DE FORTALEZA

Nenhum comentário:

Deixe aqui o seu Comentário