Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Solenidade da Santíssima Trindade - 11 de Junho 2017


"Amados irmãos em Nosso Senhor Jesus Cristo. Encerramos hoje o ciclo das grandes Festas Litúrgicas. Começamos com a Epifania, passando pelos quarenta dias da Quaresma, que foi o tempo de preparação para a celebração da Paixão e morte do Senhor, que culminou com grande Festa da Páscoa, onde celebramos a sua gloriosa ressurreição. 

Depois, cantamos o Aleluia por mais quarenta dias, até o Pentecostes. Hoje, celebramos a Festa da Santíssima Trindade. A Trindade é um dos grandes mistérios de nossa fé católica. 

Mas o que é um mistério ? Mistério é algo que está oculto à nossa inteligência, que transcende a nossa compreensão. É como fitar o Sol. Ao olharmos para o Sol, temos a visão ofuscada, porque a nossa retina não tem capacidade de absorver tamanha intensidade de luz. Assim é o Mistério da Santíssima Trindade, extenso demais para o nosso humilde humano ser. 


Deus é o sol que transcende e eu sou a pobre pupila. Em verdade os mistérios são grandes e transcendem a nossa capacidade de entendimento, porém nunca são contrários à nossa razão.Isso porque Deus é o autor dessas verdades. 

Olhando para o Antigo Testamento, Deus se revela com "Uno". Ele quer ser mostrar a sua Face. Ele é o que tem o domínio de todas as coisas. Ele é o Deus de Abraão, Isaac e Jacó. Mas Deus não é um ser intangível. Ao contrário Ele vem aos homens porque precisa ser revelados aos povos gentios. 

Já no Novo Testamento temos a confirmação de que Espírito Santo viria para consolar a sua Igreja. No Evangelho de São Mateus, o único que está escrito na língua hebraica, temos a revelação do próprio Jesus, que confirma ser o Filho de Deus." Eu Te conjuro pelo Deus vivo que nos digas se Tu és o Cristo o Filho de Deus. Respondeu-lhes Jesus: Eu o sou”. (Mateus 26:63-66).Depois, o mestre, se dirigindo aos apóstolos, lhes diz: "Todo poder me foi dado no céu e na terra.Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo." Mateus, 28,19) 

Essa fórmula trinitária, acompanha as orações litúrgicas. De fato, ela nos faz compreender que o Filho é consubstancial ao Pai e, que o Espírito Santo Procede do Pai e do Filho. 
 

É como vemos no fato narrado na vida de Santo Agostinho “Como pode ser isso? Um Deus em três pessoas? E cada uma delas é Deus! Não consigo entender !”. Durante horas Santo Agostinho caminhou à beira mar matutando, refletindo longamente sobre esse mistério, até que, em certo momento, deparou-se com um menino que fazia algo que lhe chamou a atenção. O garoto tinha cavado um buraco na areia e, com um pequeno balde, recolhia água do mar para enchê-lo. Ia e vinha do mar até o buraco, vertendo dentro deste toda a água que trazia. S. Agostinho observando que o menino não se cansava de buscar água para encher o pequeno orifício, não se conteve e dirigiu-se a ele com as seguintes palavras: 

– Meu filho, o que você está fazendo? 

– Padre, estou tentando colocar toda a água do mar dentro deste buraco. 

– Mas, meu filho, você não percebe que o buraco é minúsculo? Veja como é gigantesco o mar! Não cabe dentro desse buraco. Além disso, toda a água que você coloca dentro dele é reabsorvida pela areia e volta para o mar. Você está querendo fazer algo que é impossível! 

Ao ouvir isso, o menino retrucou 

Muito mais fácil é pôr o mar dentro desse buraco do que entender a Santíssima Trindade. – após dizer isto, desapareceu. 

Podemos concluir aqui que o pequeno pote é a inteligência e o oceano é a Trindade. Acreditamos nessa verdade, apoiados nas próprias palavras de Jesus, que deixou gravada, cravada uma prova contundente de sua divindade. 

A nossa vida é um eterno caminhar. Vamos então juntos para o caminho que leva ao céu, onde contemplaremos a Santíssima Trindade.Amém. 

Resumo da Homilia da Festa da Santíssima Trindade
Pe. Everaldo Bon Robert
Ig. do Carmo, Campos - RJ
11 de Junho de 2017


Nenhum comentário:

Pedidos de Oração