Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 9 de julho de 2017

09 de Julho - Novena de Nossa Senhora do Carmo - 3o. Dia


3º Dia

Tema: “Bendita és tu entre as mulheres” (Lc 1,42)


Nosso Deus escolheu Maria para mãe do seu Filho. Por isso a fez Imaculada. Hoje, como Izabel, queremos exclamar em alta voz “Bendita és tu entre as mulheres”.

Súplica à Santíssima Virgem Maria

O verdadeiro devoto de Nossa Senhora torna-se discípulo de Jesus. Nossa devoção a Maria deve ser expressão do nosso amor e da nossa confiança em seu filho Jesus, Caminho, Verdade e Vida. Supliquemos a Deus, por intermédio de Nossa Senhora do Carmo:

Por nossas necessidades pessoais (suas intenções); 


Oração a Nossa Senhora do Carmo 

Bendita e Imaculada Virgem Maria, beleza e glória do Carmelo! Vós que tratais com especial bondade especial os que trazem o vosso amantíssimo hábito, olhai para mim benignamente e cobri-me com o manto de vossa maternal proteção. Fortificai minha fraqueza com vosso poder, iluminai as trevas do meu espírito com a vossa sabedoria, aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade. Ornai minha alma com graças e as virtudes que a façam agradável ao vosso divino Filho. Assisti-me durante a vida, consolai-me na hora da morte com a vossa amável presença. Apresentai-me à Augustíssima Trindade, como vosso filho e servo dedicado, para vos louvar e bendizer eternamente no paraíso. Assim seja. 

Mãe e Esplendor do Carmelo, rogai por nós. Amém.

AVE MARIA (3 vezes)

Consagração a Nossa Senhora

“Ó minha Senhora e também minha Mãe, eu me ofereço inteiramente todo a vós. E em prova da minha devoção, eu hoje vos dou meu coração. Consagro a vós meus olhos, meus ouvidos, minha boca. Tudo o que sou, desejo que a vós pertença. Incomparável Mãe, guardai-me, defendei-me, como filho(a) e propriedade vossa. Amém.”

Reflexão

«Existem duas coisas 
pelas quais poderá saber 
se o coração está bem roubado em Deus. 
A primeira: 
se sentir em si ânsias por Deus 
e não amar coisa alguma fora d’Ele […] 
A alma assemelha-se a um recipiente vazio 
à espera de se encher, 
ao faminto que deseja a comida, 
ao doente que suspira por saúde, 
ao que se encontra suspenso no ar 
sem ter onde se apoiar. 
É assim que o coração está bem enamorado.» 

S. João da Cruz | 1542 - 1591 
Cântico Espiritual. 9, 6


Nenhum comentário:

Deixe aqui o seu Comentário