Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Nossa Senhora do Carmo e suas Figuras na Criação




Por Pe. Gaspar S. C. Pelegrini
Adm. Apostólica S.J.Maria Vianney

No próximo  dia 16, celebraremos a festa de Nossa Senhora do Carmo. Em nossa cidade de Campos, esta festa é celebrada com muita devoção na Igreja da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo.

Um dos títulos com que os carmelitas e os fiéis em geral chamam a Nossa Senhora é do “Flor da Carmelo”, Virgo Flos Carmeli.

Antes de falarmos desta Flor, falemos um pouco do Carmelo. Carmelo quer dizer vinha de Deus ou jardim de Deus.

Sim o Carmelo é um jardim. E há uma coisa curiosa neste jardim florido: as flores mais viçosas, mais belas e mais perfumadas deste jardim, são todas da mesma espécie: uma flor chamada Teresa.

Teresa é uma espécie de rosa espiritual. Assim como rosas, nós as temos de diversos tipos, cores, tamanhos, mas todas com o mesmo perfume, assim a rosa chamada Teresa: Temos uma grande rosa, que é a grande Teresa de Jesus, a reformadora do espírito do Carmelo.

Temos um rosa também muito grande, mas que se fez pequenina, e por isso a chamamos de Teresinha, uma rosa muito especial, e eu farei uma grande mortificação para não falar dela. Temos Teresa Margarida do Coração de Jesus, Teresa Benedita da Cruz. Teresa dos Andes (que celebramos no último dia 13). Eu incluo também Teresa de Calcutá, que não era carmelita, mas era contemplativa e tinha uma alma teresiana, e escolheu este nome por causa de Santa Teresinha.

Nossa Senhora e suas figuras na criação

Na Ladainha de Nossa Senhora, além de a chamarmos por seus títulos próprios, nós a invocamos com uma série de figuras. Aliás a Palavra de Deus e a Sagrada Tradição nos ensinam a recorrer a figuras para falarmos de N. Senhora.

A Igreja para falar de Nossa Senhora, de seu poder, de suas prerrogativas, de suas virtudes, usando da Escritura e da Sagrada Tradição, no ensina contemplar a beleza de Nossa Senhora em todas as coisas que Deus criou.

Aplica a Nossa Senhora as qualidades de toda a criação:

Assim a Igreja compara Nossa Senhora:

- com as nuvens: nuvem que traz a chuva à terra árida (profeta Elias);

- com as estrelas: Stella Maris, Estrela do Mar, como cantamos no Novenário. Estrela da Manhã, aquela que anuncia que já vai nascer o sol; Ela aparece coroada de estrelas.

- com a aurora: “quasi aurora consurgens”, como a aurora que nasce; aurora são os primeiros raios da manhã. Maria é a primeira remida.

- com o sol: Ela aparece no Apocalipse, vestida de sol, ou seja revestida da graça e da santidade que provem de Deus, que se tornou seu Filho;

- com a lua, cuja luz é reflexo do sol, e ilumina a terra sem ferir nossos olhos;

- com o fogo: a sarça ardente de Moisés que queima sem se consumir, em que a Liturgia vê uma figura de Nossa Senhora, de sua santíssima virgindade.

- com a água: Nossa Senhora é chamada de rio, de fonte, orvalho;

- com a terra: terra fecunda da qual nasceu Jesus

- com os campos, pela beleza, pelos frutos:

- com os montes, que estão mais perto do céu, “Maria Mons”, Maria monte, como se diz num hino a N. Senhora .

- com um grande rochedo;

- com pedras preciosas;

- com uma casa bem rica: “Casa de Ouro”;

- com uma cidade fortificada, “Civitas Dei”

- com uma torre, “Torre de Davi, Torre de marfim”

- com a doçura do mel;

- com as aves do céu: é chamada de pomba formosa, de andorinha, de rola;

- com um jardim: “hortus conclusus”, jardim reservado

- Com as flores

É sob esta figura que queremos contemplar Nossa boa Mãe.

É chamada de rosa, e explica S. Bernardo, “branca pela pureza; vermelha pela caridade”; é chamada de lírio, de flor dos campos, flor da videira.

Flor do Carmelo. Flos Carmeli;

Carmelo é o jardim de Deus, a vinha de Deus.

O Pai é agricultor.

Deus gosta de jardins. Exemplos: Jardim do Paraíso, Jardim das Oliveiras, as pregações de Jesus.

E Nossa Senhora vem confirmando que lhe agrada esta comparação.

Em Guadalupe, ela opera o milagre das rosas. Em Lourdes, ela aparece tendo rosas de ouro em seus pés. Em Fátima, ela diz que as almas que a amam, serão como flores, colhidas por ela para enfeitar o trono de Deus. Na imagem de Nossa Senhora Aparecida, ele tem duas rosas presas no cabelo.

O que nós queremos com todas as figuras é expressar de diversas formas tudo que Nossa Senhora é.

Olhemos então para as flores. O que elas tem em comum com Nossa Senhora?

- A beleza: as graças e dons que ele recebeu de Deus. Assim como Deus fez as flores tão lindas, muito mais ele fez bela a Sua mãe.

- O perfume: suas virtudes. Sua vida.

Mais características da flor:

- dão perfume para os outros. A caridade desinteressada de Maria

- às vezes, muitas vezes, elas tem que ser cortadas, arrancadas para agradar aos outros, para alegrar os outros. Nossa Senhora entregou toda sua vida. Teve que aceitar perder seu próprio filho.

- às vezes as despetalamos. A beleza da flor está às vezes em que ela ser destruída.

- elas sempre dão perfume. Mesmo que ninguém saiba. Assim foi a vida de Nazaré. Fala-se tão pouco do que lá aconteceu.

- Nas árvores, as flores são sinais de frutos.

- a flor é para todos os momentos: tristes ou alegres.

- a flor nos atrai. Nos leva a querer tocá-la, a sentir seu perfume.

Mas há uma diferença entre as flores e Nossa Senhora: As flores são passageiras.

Há muito tempo, o homem vem tentando perpetuar as flores: as lindas rosáceas das catedrais góticas são uma prova disso: o homem tentou colocar a beleza frágil das flores na fortaleza das pedras…

Mas Deus já o tinha feito: Deus eternizou a beleza e o perfume de todas as flores quando criou a Virgem Maria.

Por isso, Nossa Senhora será sempre a Vitis Florígera, a videira florida, A rosa recens, a rosa fresca, O lilium sempre candidum, o lírio imaculado.

A flor mais bela e mais perfumada do Jardim de Deus: A Flor do Carmelo.




fonte: www.adapostolica.com

tags: Nossa Senhora do Carmo, Carmelitas, Carmelo, 16 de Julho, Carmo, Escapulario, Ordem Terceira do Carmo,Monte Carmelo

Nenhum comentário:

Deixe aqui o seu Comentário